Desenvolvimento Pessoal

Saiba quais são os livros que todo médico deve ler

Não existe nada mais prazeroso para um leitor assíduo do que encontrar na leitura além de um passatempo maravilhoso, conhecimento.

E se você é médico e tem o desejo de ler livros inspiradores sobre a sua área, guarde o pijama cirúrgico, continue lendo a seguir e conheça quais são os livros que todo profissional da medicina precisa ler.

1. Sob Pressão – A Rotina de Guerra de Um Médico Brasileiro

Esta obra é, sem dúvidas, um dos principais livros que todo médico deve ler. Ela traz o depoimento real do cirurgião torácico Márcio Maranhão para a jornalista Karla Maranhão.

Triste, comovente e cheio de coragem, o relato aborda uma realidade que se aproxima a muitas encontradas pelos médicos no, infelizmente, falido sistema de saúde pública que assola todo o Brasil.

Sua fala é sem rodeios, sem se importar a seguir termos técnicos e procedimentos para demonstrar sabedoria. Depois de 15 anos de trabalho em hospitais municipais e estaduais do Rio de Janeiro, ele viu tudo que idealizava sobre a profissão enquanto jovem se acabava diante de seus olhos.

2. O Físico

Este livro é um best-seller escrito pelo americano Noah Gordon. Ele é o primeiro de uma trilogia, e tem uma mistura de romance, sensualidade, aventura e fatos históricos, sendo perfeito para os leitores que gostam de mesclar leveza com aprendizado.

Como pano de fundo a Idade Média e as Cruzadas, Rob J. Cole encarna um jovem inglês que é aprendiz de cirurgião-dentista no século XI. O livro acompanha sua jornada para estudar Medicina em um tempo em que a dissecação de humanos era proibida pela Igreja Católica e as escolas médicas mais conceituadas ficavam no mundo árabe.

Ao mostrar as dificuldades comuns, deixa claro que a realidade no mundo da Medicina é igual em qualquer lugar do mundo, não importa quanto tempo passe.

3. Médicos de Homens e de Almas

Este é um dos títulos mais citados e lidos por profissionais mais experientes. A autora Taylor Caldwell profundamente, durante muitos anos, a obra do evangelista São Lucas, protetor dos Médicos, para romancear sua história com uma narrativa emocionante, porém, regada de detalhes históricos.

Ao falar também sobre as fraquezas do protagonista, ela consegue aproximar o leitor da realidade e sempre lembra que o médico é um ser humano, como todos nós, e que também tem sentimentos de amor, ódio, sofrimento e que por ser como qualquer um, também adoece e morre.

4. Mortais – Nós, a Medicina e o Que Realmente Importa no Final

Este livro é um best-seller escrito pelo médico americano Atul Gawande, um cirurgião da Johns Hopkins e fonte de inspiração para o programa “Safe Surgery Saves Lifes” da Organização Mundial da Saúde (OMS), que conseguiu uma redução de mais de 50%  de taxas de infecção de ferida operatória nos hospitais onde foi implantado corretamente.

O livro fala e revela os trunfos dos profissionais, além de abordar as persistentes perguntas que a Medicina não consegue responder relacionadas ao envelhecimento e a morte.

Ao apresentar uma pesquisa profunda de histórias emocionantes, tanto de pacientes, quanto da própria família, o médico e autor exibe de forma transparente suas próprias limitações.

De maneira intensa e honesta, a obra propõe uma reflexão com relação ao caminho que a Medicina deve percorrer para que a morte possa ser encarada com sabedoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *